Dr. Érico Diógenes | Urologista especialista em Cirurgia Robótica
  • 0

Pedra nos rins, cálculo ou litíase renal. Independentemente de como é conhecida, essa é uma condição que pode causar uma das maiores dores no ser humano. A cólica renal, principal sintoma de quem está com pedra nos rins, é descrita como uma dor forte e intensa, que não é amenizada com nenhuma posição. O tamanho das pedras pode variar de milímetros a centímetros. Quando essas pedras se deslocam pelas vias urinárias, o indivíduo sente o que descreve como uma das maiores dores que já sentiu.

O que são pedras no rim?

Também conhecidas como cálculos renais, consistem em massas sólidas de cristais, depositados no interior dos rins. As pedras podem ter
composições diferentes e identificar qual é o tipo delas auxilia na indicação do melhor tratamento.

Quais as causas de pedras no rim?

Fatores genéticos, distúrbios metabólicos, ingestão de medicamentos, proteínas e sódio em excesso, baixa ingestão de água e infecção urinária estão entre as principais causas para o surgimento da doença.

Quais os sintomas de pedras nos rins?

Os sintomas costumam surgir quando as pedras se deslocam pelas vias urinárias. Ou seja, uma pessoa pode conviver com as pedras nos rins e não saber.

O principal sintoma é a cólica renal, uma dor aguda e forte, com início súbito na região lombar, irradiando para a região da virilha. A dor é descrita como insuportável, chegando a incapacitar o indivíduo de realizar suas atividades normais. A cólica pode ser acompanhada de irritabilidade, tremores, náuseas e vômitos. É importante que ao sentir cólica renal, a pessoa procure atendimento médico imediatamente.

Além disso, ao deslocar-se pelas vias urinárias as pedras podem causar ferimentos e perda de sangue na urina, que fica avermelhada. Algumas delas podem ser expelidas na micção, causando dor ao urinar. Desconforto na região da bexiga também é um sintoma comum de quem está com pedra nos rins.

Qual o tratamento para quem tem pedra nos rins?

Além do exame físico, o diagnóstico será confirmado pelo urologista através de exames de imagem. Existem casos em que as pedras podem ser expelidas naturalmente pelo organismo. Mas a depender do tipo e do tamanho da pedra e dos sintomas apresentados, o tratamento poderá ser feito com uso de medicamentos ou cirurgia.

Os medicamentos agem dissolução da pedra e, juntamente com o aumento do consumo de água e anti-inflamatórios e analgésicos, ajudam na expulsão do cálculo renal

As cirurgias são indicadas quando as pedras possuem tamanhos maiores e não conseguem passar pelas vias urinárias. A intervenção cirúrgica ajudará a diminuir o tamanho da pedra, fragmentando-a em pedaços ou removendo-a de uma vez.

Como evitar ter pedra nos rins?

Também é preciso acertar nos hábitos de vida para evitar ter pedra nos rins ou uma reincidência. O Ministério da Saúde recomenda a ingestão de pelo menos 2 litros de água por dia. Para evitar a formação dos cálculos renais, bons hábitos alimentares também devem ser seguidos prontamente, evitando o consumo de proteínas e sódio em excesso.

Você suspeita que está com pedra nos rins?

Agende sua consulta com o Dr. Érico Diógenes

Leia mais conteúdos:

Como prevenir o Câncer de Próstata.

Pedra nos Rins. Sintomas e Tratamentos.

O que é vasectomia?

Câncer de próstata: cirurgia aberta, laparoscópica ou robótica?

Cálculo renal, atinge homens e mulheres.


Ebook sobre Cirurgia Robótica em urologia.

Quem é o Dr. Érico Diógenes?

Já é paciente do Dr. Érico Diógenes? Deixe sua avaliação no Google Aqui.

Você está com uma emergência urológica? Acesse nosso site.

 

Adicionar comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Entrar em contato