PSA Alto, o que fazer?

O exame de PSA (Antígeno Prostático Específico) é um dos principais métodos de detecção de possíveis problemas na próstata. Cuide de sua saúde e mantenha sempre seus exames de rotina em dia. Afinal, o diagnóstico precoce é fundamental para o tratemento e aumenta consideravelmente as chances de cura.

O que é o exame de PSA?

O PSA (Antígeno Específico Prostático) é um tipo de proteína produzida pela próstata cuja concentração pode indicar alterações no órgão, como o Câncer de Próstata, Hiperplasia Prostática Benigna e prostatite.

Como é feito?

O exame é feito por dosagem no sangue em jejum. O PSA é mensurado por técnica laboratorial de radioimunoensaio, de alta sensibilidade para detectar pequena quantidade de molécula no sangue. A seguir algumas recomendações: jejum de pelo menos 4 horas, não ejacular por 48 horas antes da coleta, não realizar exercícios que causem impacto no períneo, como andar de bicicleta, equitação, após toque retal ou coito anal, sondagem uretral, realização de ultrassonografia transretal), e biopsia de próstata. Neste último caso, deve-se aguardar pelo menos 30 dias para a coleta sanguínea.

O que causa o aumento do PSA?

Apesar de ser um importante recurso para detectar o câncer de próstata, nem sempre o aumento do PSA está relacionado a esta condição. Afinal, outros fatores também podem influenciar no resultado, tais como: Prostatite, Hiperplasia Prostática Benigna, Infecção Urinária entre outras.

Quem deve realizar o exame de PSA?

Homens acima dos 50 anos devem realizar os exames preventivos, que podem aumentar a chance de cura. Caso apresente algum fator de risco, é recomendado que o rastreamento se inicie antes, a partir dos 40 anos.

Exame de PSA alterado nem sempre é câncer de próstata.
Ainda assim, mesmo apresentando um nível abaixo ou superior de PSA, não é possível afirmar a presença ou ausência do tumor maligno. Por isso, é de suma importância a realização de exames complementares, como o Exame de Toque.

Cabe ao médico avaliar o PSA, se está anormal para cada paciente, considerando suas queixas clínicas e o exame físico da próstata. As vezes, pode estar aumentado, mas não significa que a doença deva ser tratada, mesmo que o diagnóstico seja de câncer.

Acima de tudo, a prevenção e detecção precoce do câncer de próstata é vital para aumentar a chance de cura, através do tratamento adequado. Portanto, agende agora mesmo uma consulta com o Dr. Érico Diógenes e tire todas as suas dúvidas sobre o exame de PSA Alterado.

Compartilhe nas redes sociais:
Notícias